lunes, 2 de enero de 2012

Como é o silencio?

.

Covas de xeo no Lago
Carrera
(Patagonia
)




a veces...
un río apresurado,
unha fervenza
un pesadelo

outras...

a lúa nun lago,
tan temperado
tan adentro
tan quedo...
.
.
º.
.
.

7 comentarios:

andré de ártabro dijo...

A fermosura non ten límite.
¡Felicidades e ben bonita!

Humberto Dib dijo...

O silêncio é incrível, temos que saber desfrutar dele, não é mesmo?
Beijos.
HD

isia dijo...

A natureza é un ben maravilloso que deberíamso disfrutar máis.

un saudo e felices festas

Evanir dijo...

Que a fé e a esperança anda de mãos dadas, bem juntinho de você.
Esta esperança é nossa esperança. É com esta fé em Deus que
estou para 2012.
É com esta fé que nós seremos capazes de transformar esse mundo se cada um de nos
fizermos nossa parte.
E a esperança não ilude, porque o amor de
Deus foi derramado sobre todos nos.
Esta luta do filho de Deus não anda de mãos dadas com renúncias e tristezas,
e sim de esperança num amanhã mais feliz.
Um feliz final de semana.
O primeiro de 2012.
Muita paz muito amor para você.
Beijos no coração.
Evanir..

Soledad dijo...

En el silencio, se saborea la hermosura de la naturaleza, nosotros somos parte de ella.

Tus ojos escriben la belleza que te rodea, que eres.

Biquiños, Marisa.

David C. dijo...

me gusta lo calmado del poema.

fonsilleda dijo...

Tan, tan quedo. É certo.
Fermosa pintura para o silencio.
Calarei logo.
Bicos

Publicar un comentario